AUTORIDADES ALERTAM SOBRE AUMENTO DE MORTES POR COVID-19

Tedros Adhanom Ghebreyesus disse que “há tendências preocupantes” na pandemia da covid-19

Diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou nesta quarta-feira que “há tendências preocupantes” na pandemia da covid-19, entre elas um aumento nas mortes pela doença nas Américas. Durante entrevista coletiva da entidade, ele também mencionou uma alta nas vítimas do vírus na região oeste do Pacífico e na África.

Tedros Adhanom disse que o número de casos e mortes pela covid-19 reportados continua a diminuir, mas alertou que isso ocorre em um contexto de queda no número de testes para a doença em muitos países. “A pandemia da covid-19 não terminou”, ressaltou, pedindo que todos os países continuem a manter serviços de testes e sequenciamento de vírus, a fim de se ter uma visão mais clara sobre a disseminação e as mudanças no vírus. Além disso, reforçou a importância de se vacinar mais, sobretudo funcionários do setor de saúde, as pessoas mais velhas e outros grupos de risco.

Varíola dos macacos

A OMS também comentou, em sua entrevista coletiva, sobre a varíola dos macacos. Tedros Adhanom disse que já há “mais de 550 casos reportados” da doença, em 30 países nos quais a doença não é endêmica. Ele informou que há investigações em andamento, mas notou que os dados até agora sugerem que pode ter havido transmissão não detectada “por algum tempo” da doença.

Até agora, a maioria dos casos da varíola dos macacos ocorreu entre homens que tiveram relação sexual com outros homens que tinham sintomas da doença. Tedros Adhanom ressaltou, contudo, que é preciso lutar contra qualquer estigma e explicou que “qualquer um pode ser infectado com varíola dos macacos se tiver contato físico próximo com alguém infectado”.

Blog do Rosálio Daniel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *