CIRO GOMES DIZ QUE NÃO VAI FAZER ACORDO “COM LADO DO PT CORRUPTO QUE TAMBÉM EXISTE NO CEARÁ”

Ele disse que topa enfrentar o PT se houver “conchavo, picaretagem”, e defendeu Roberto Cláudio das críticas

O pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), disse nesta terça-feira, 3, que pode não haver acordo entre o grupo político e o PT no Ceará se houver “negócio de conchavo, de picaretagem”. Ciro criticou muito o PT nacional e disse haver um “lado corrupto” também no PT do Ceará.

“Você tem vários PTs”, afirmou Ciro, destacando o principal aliado dentro do partido. “Tem Camilo Santana, que tem o nosso voto unilateralmente, independentemente de ter acordo ou não”. Na sequência, ele falou sobre o que pode ameaçar a continuidade da aliança estadual, que vem desde 2006.

“E é bom que todo mundo sabia que esse acordo vai acontecer se o interesse do Ceará estiver acima. Se for com negócio de conchavo, de picaretagem, eu topo enfrentar o PT também”, afirmou.

Em seguida, completou: “Porque eu não vou me submeter a um lado corrupto do PT que também existe no Ceará”.

Ciro prosseguiu: “Eunício (Oliveira) faz os jantares do Lula e aqui está apoiando a milícia”. Na sequência, ele falou de um dos principais nomes do PT, aquele que mais resiste a apoiar o PDT: a deputada federal Luizianne Lins.

“Dona Luizianne, já na eleição passada, se omitiu no enfrentamento do Capitão porque está lá entranhada com ele”.

Roberto Cláudio

O pré-candidato, na sequência da fala, defendeu o ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT), a cuja candidatura o PT resiste. “Qual é o defeito, por exemplo, do Roberto Cláudio? Porque ele pegou todas as escolas de Fortaleza nomeadas por vereador, três anos de greve. E consertou a escola de Fortaleza, que era a pior avaliação do Ceará”. Roberto Cláudio sucedeu Luizianne na Prefeitura.

“Tdo posto de saúde de Fortaleza, por essa gente aí, esse lado corrupto do PT, era nomeado por cabo eleitoral e por vereador”.

Izolda Cela

Ciro também fez muitos elogios à governadora Izolda Cela (PDT). Questionado se ela, ao estar no cargo, torna-se candidata natural à reeleição como governadora, Ciro ponderou: “Sim, naturalmente, se for essa a vontade do povo”.

Ao ser perguntado sobre o que falta para escolher quem será candidato a governador pelo PDT, Ciro apontou: “O que falta para definir o candidato é a consulta que nós estamos fazendo ao povo”.

Eunício Oliveira

Ciro falou algumas vezes sobre Eunício Oliveira. “Sabe o Eunício Oliveira, nosso conterrâneo aqui? O Lula deu para ele um bilhão de reais de contratos sem licitação, o nome da empresa é Manchester. Virou um bilionário.”

Ciro, inclusive, comentou sobre o apartamento que foi leiloado para pagar indenização em processo judicial, arrematado por Eunício. “Para me humilhar, comprando apartamento de ações que fazem contra mim porque eu tô denunciando essas coisas”, disse Ciro.

Lula

Ciro falou bastante de Lula na entrevista. “O Lula se corrompeu mesmo”, afirmou, apesar de ponderar que a condenação foi injusta. “Que ele não teve o devido processo legal todo mundo sabe.”

Sobre a divergência entre ambos, ele assim definiu: “O Lula tá cansado, sou amigo do Lula há muitos anos, ajudei o Lula muitas vezes, em muitas ocasiões. E hoje os inimigos dele são os amigos de infância e eu virei o inimigo preferencial. Tá tudo certo.”

O ex-governador cearense criticou ainda a postura do petista na pré-candidatura. “O Lula está reelegendo o Bolsonaro se a gente não quebrar isso.”

As declarações foram feitas em entrevista à rádio Jangadeiro BandNews FM.

Blog do Rosálio Daniel/ O povo

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.