VIRADA DE ANO – COMO OS BRASILEIROS RECEBERAM 2022

De casa ou nas ruas, brasileiros comemoraram e brindaram a chegada do ano novo. As celebrações, contudo, foram mais discretas por conta da pandemia de Covid-19.

Em praticamente todas as capitais, a virada de ano oficial foi celebrada com queima de fogos e sem as tradicionais festividades. Apenas Boa Vista optou por manter os shows programados.

O cancelamento dos eventos decorreu em razão do risco de transmissibilidade da nova variante do vírus, a ÔmicronSão Paulo e Brasília, por exemplo, já apresentam transmissão comunitária da cepa.

Em Brasília, o ano de 2022 chegou com surpresa na Esplanada dos Ministérios. Anunciada de última hora, uma queima de fogos coloriu o céu e animou quem estava dando uma volta pela atração do Brasília Iluminada.

Foram cerca de 6 minutos de fogos e muitos gritos de comemoração da chegada do novo ano. Centenas de pessoas ficaram espalhadas pelo gramado em frente ao Museu Nacional.

Curitiba, Belo Horizonte e Teresina mantiveram a “tradição” de não comemorarem o Réveillon, conforme já registrado em anos anteriores.

Sem festa de Réveillon na Avenida Paulista nesta virada de ano, a cidade de São Paulo também não contou com festividades ou shows de fogos de artifício oficiais.

No Rio de Janeiro, foram 10 pontos de queima de fogos na cidade. O mais tradicional deles, em Copacabana, balsas lançaram 14 toneladas de fogos, em um espetáculo pirotécnico de 16 minutos.

Blog do Rosálio Daniel

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *