MORADORES SE REVOLTAM COM PASTOR SUSPEITO DE OCULTAR CORPO DE BEBÊ EM BUEIRO

Após o corpo de um bebê ser encontrado em um bueiro, os moradores iniciaram ações de represália ao suspeito do  crime, o líder religioso Antônio Cardoso Cunha, de 36 anos, e da mulher, Jamile Rolim da Silva, de 20 anos, ambos presos. O veículo do homem, que é pastor,  foi incendiado pela vizinhança. A igreja onde ele atuava foi saqueada.

O bairro Marechal Rondon, em Caucaia, parecia um campo de guerra. Havia fogo, fumaça e muita correria. De acordo com as primeiras investigações, a própria mãe da criança, Jamile, teria matado a criança após o parto. Ela teria entregue em seguida o corpo ao líder religioso, que seria o pai e teria ocultado a criança morta em uma estação de resíduos, conhecida como bueiro.

Imagens gravadas pelos próprios moradores mostram as pessoas arrancando as portas da van que era de Antônio Cardoso. Outros invadiram a igreja dele e começaram a furtar os objetos. É possível ver em um dos vídeos um rapaz levando um botijão de gás nas costas. Cadeiras e equipamentos eletrônicos foram levados.

que seria o pai e teria ocultado a criança morta em uma estação de resíduos, conhecida como bueiro.

 

Imagens gravadas pelos próprios moradores mostram as pessoas arrancando as portas da van que era de Antônio Cardoso. Outros invadiram a igreja dele e começaram a furtar os objetos. É possível ver em um dos vídeos um rapaz levando um botijão de gás nas costas. Cadeiras e equipamentos eletrônicos foram levados.

Foi solicitada a presença do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), que esteve no local. Várias viaturas do policiamento local também estavam no bairro. O Corpo de Bombeiros também atuou para debelar o fogo.

Blog do Rosálio Daniel – O Povo

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.