PROFESSOR DE MATEMÁTICA É ENCONTRADO MORTO EM FORTALEZA

Ex-alunos, professores e comerciantes do Grande Bom Jardim divulgavam fotografias de “Marquinhos” na esperança encontrá-lo com vida. O professor era querido e dezenas de pessoas lamentaram a morte nas redes sociais

O professor de matemática, Marcos Aurélio Marques, de 49 anos, foi encontrado morto com sinais de asfixia neste sábado, 25, no bairro Granja Lisboa, Fortaleza. A morte foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Chamado carinhosamente de Marquinhos, o professor havia saído de casa, no bairro Bom Jardim, desde a sexta-feira, 24, para jogar vôlei e não foi mais encontrado. Perfis de estabelecimentos comerciais, alunos e ex-alunos reuniram-se em campanha nas redes sociais para encontrar Marquinhos. Centenas de pessoas divulgaram a fotografia do professor e um número de contato para informações. O POVO apurou que Marcos foi encontrado em um matagal na rua Orlando Dias. O corpo dele estava envolto em uma rede de tecido e estava com sinais de asfixia.

Centenas de pessoas participaram da campanha, nas redes sociais, para encontrar o professor de matemática
Centenas de pessoas participaram da campanha, nas redes sociais, para encontrar o professor de matemática (Foto: Reprodução/Instagram )

De acordo com a SSPDS, a Perícia Forense foi ao local onde foi achado o corpo e ficaria responsável pela identificação formal da vítima. A 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Alunos de Marquinhos utilizaram o Instagram para lamentar o crime. “Ele foi meu primeiro professor de matemática na 2ª série. Porque fizeram isso com ele, uma pessoa boa que não fazia mal a ninguém?”, comentou uma ex-aluna.

O educador era querido entre os estudantes, gostava de jogar vôlei e viajar com os amigos. “Meu melhor professor, que Deus receba meu amigo de braços abertos”, lamentou um outro ex-aluno.

“Não tenho palavras para expressar tanta tristeza. Que Deus conceda ao Marquinhos, esse ser tão iluminado, a paz e o descanso eterno. Ficarão as lembranças dos momentos felizes e especiais que compartilhei ao seu lado”, escreveu uma amiga do professor.

Blog do Rosálio Daniel

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *