GOVERNO DO CEARÁ ANUNCIA APOIO A EMPRESAS COM ADIAMENTO DE IMPOSTOS E PARCELAMENTO DE ICMS

Diante do impacto econômico provocado pelo coronavírus no Ceará, o governador Camilo Santana (PT) anunciou na manhã desta quinta-feira (25) um pacote de 23 medidas de apoio às empresas no estado. O auxílio inclui a prorrogação, por mais 90 dias, do prazo para pagamento do imposto do Simples Nacional, refinanciamento de dívidas (Refis) tributárias e parcelamento de ICMS. (Veja todas as medidas abaixo)

Durante o anúncio, o governador disse que a facilitação do pagamento do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) será importante no apoio ao fluxo de caixa das empresas. O tributo de junho e julho poderá ser parcelado em três vezes e de forma diferenciada, a depender do desempenho da atividade na qual a empresa está inserida e da região cearense, considerando que a retomada está acontecendo de forma diferente entre as localidades do Ceará.

Presente no anúncio, a titular da Secretaria da Fazenda, Fernanda Pacobahyba, destacou que as medidas impactam 307 mil contribuintes no Ceará. “Elas demonstram o pioneirismo do Ceará, que sai à frente dos demais estados”, detalhou.

De acordo com Camilo Santana, 128 atividades econômicas serão afetadas com essa medida, totalizando 53 mil empresas no Ceará. “Algumas atividades tiveram crescimento na pandemia e nós vamos tratar diferente dos que foram afetados, das empresas que perderam em arrecadação”, pontuou o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *