FORTALEZA VAI DISPUTAR SEU 1º TORNEIO INTERNACIONAL

O Fortaleza vai disputar a sua primeira competição internacional na história. O time tricolor derrotou o Goiás, neste domingo (01), fora de casa e garantiu matematicamente a classificação para a Copa Sul-Americana. Os gols do jogo foram marcados por Bruno Melo e Osvaldo, no primeiro tempo. Rafael Moura descontou para o time goiano ainda na primeira etapa.

Com o resultado, o Fortaleza chegou à marca de 49 pontos, não podendo ser ultrapassado por nenhum dos clubes que atualmente estão fora da zona da Sul-Americana. O Fluminense, que venceu o Avaí fora de casa, entrou na zona da Sul-Americana, empurrando o Botafogo para lá. O Fogão, que é o primeiro time fora do grupo que se classifica para a competição internacional, só chega apenas a 48 pontos.

Em 101 anos de história, o Tricolor de Aço chega à sua primeira competição internacional na melhor fase da história. Desde a chegada de Rogério Ceni ao Fortaleza, no fim de 2017, o time já conquistou um título do Cearense, do Nordestão, da Série B do Campeonato Brasileiro e agora a inédita vaga para a Sul-Americana.

O jogo

O 1º tempo começou morno no Serra Dourada, com os primeiros minutos de muita marcação e pouca troca de passes efetivas de ambas as equipes. O Leão se postou no habitual 4-4-2, dessa vez com Kieza na frente no lugar de W. Paulista e Araruna no lugar de Felipe, suspenso.

O time de Rogério Ceni esperava o contra-ataque e, aos 15 minutos, conseguiu abrir o placar na bola parada. Juninho bateu escanteio no 1º poste, onde o lateral Bruno Melo se jogou para acertar o cabeceio em cima de Tadeu, que quase conseguiu afastar a pelota, mas que acabou dentro do gol.

O Leão do Pici manteve a calma para aproveitar o próximo vacilo do adversário e ampliar o placar minutos depois, aos 25. Em contragolpe, Edinho faz boa jogada pela direita e acha Osvaldo se infiltrando na entrada da pequena área. O camisa 11 superou a marcação frouxa de Yago Rocha para fazer o 2º e tranquilizar o time cearense.

O Goiás de Ney Franco era pouco criativo com a bola no chão, confiando no ponta Michael para desafogar. O atacante mudou da esquerda para direita e deu mais opções de velocidade para o time mandante, que se lançou ao ataque no fim da 1ª etapa.

Aos 43 minutos, o camisa 11, de cabeça, encontrou o centroavante Rafael Moura na área, que estufou as redes de Felipe Alves, mas foi marcado o impedimento. Na revisão do VAR, a marcação foi anulado e o gol foi confirmado, diminuindo a vantagem do Tricolor.

No 2º tempo, a qualidade do jogo caiu bastante. Embora o Goiás tivesse mais chances, não conseguiu impor grande pressão ao Tricolor cearense. A melhor chance foi desperdiçada pelos pés de Michael, quando recebeu livre contra Felipe Alves, que defendeu à queima-roupa.

Mesmo com as alterações ofensivas, o time de Ney Franco errou muito nas finalizações à meta tricolor.

Na próxima rodada, o Leão joga fora de casa mais uma vez, contra o Fluminense, na quarta-feira (4), às 21h30.

Blog do Rosálio Daniel – DN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *