BOLSONARO FAZ TRANSMISSÃO AO VIVO PELO FACE PARA SE DEFENDER DA REDE GLOBO DE TELEVISÃO

O presidente Jair Bolsonaro criticou severamente na madrugada desta quarta-feira a TV Globo por publicar uma matéria no Jornal Nacional envolvendo seu nome na investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco em 2018, no Rio de Janeiro.

Visivelmente exaltado, o presidente fez uma transmissão ao vivo no Facebook sobre a reportagem da Globo que cita o controle de visitas do condomínio Vivendas da Barra, no Rio, onde Bolsonaro e o ex-policial militar Ronnie Lessa têm casa.

Lessa é acusado da morte da vereadora do PSOL.

No dia 14 março de 2018, horas antes do crime, o ex-PM Élcio Queiroz, outro suspeito da morte de Marielle, disse à portaria do condomínio que iria visitar Bolsonaro, mas foi à casa de Lessa, segundo depoimento do porteiro à polícia divulgado pelo Jornal Nacional.

Em sua live, Bolsonaro declarou que estava em Brasília no dia 14 de março de 2018 e registrou presença em duas sessões na Câmara como deputado federal, o que também foi noticiado pela Globo.

“Seus patifes da TV Globo, seus canalhas. Não vai colar. Não tinha motivo para matar quem quer que fosse no Rio de Janeiro”, gritou o presidente no vídeo de 24 minutos, gravado durante a madrugada de quarta-feira na Arábia Saudita, onde Bolsonaro conclui uma viagem pela Ásia e Oriente Médio.

“O que cheira isso aqui, o que parece é que ou o porteiro mentiu, ou induziram o porteiro a cometer um falso testemunho, ou escreveram algo no inquérito que o porteiro não leu e assinou embaixo em confiança ao delegado, ou a quem que foi ouvir na portaria…”.

“Qual a intenção disso tudo? A intenção é sempre a mesma. O tempo todo ficam em cima da minha vida, dos meus filhos”, reagiu.

VEJA UM TRECHO DO VÍDEO:

¨A Rede Globo teve acesso ao processo, que corre em segredo de Justiça, e quem vazou isso para a televisão foi o senhor governador (do Rio de Janeiro, Wilson) Witzel”, que agiu pensando na disputa presidencial de 2022.

“O senhor só se elegeu governador porque ficou o tempo todo colado com o Flávio Bolsonaro, meu filho. E a primeira coisa que o senhor fez foi se tornar inimigo dele, para concorrer à presidência em 2022”.

O governador, em uma mensagem no Twitter, criticou a manifestação “intempestiva” do presidente e afirmou que não compactua com vazamentos à imprensa.

“Vão ficar me infernizando até quando? Tenho reunião com 300 empresários aqui (na Arábia Saudita) que não investiam no país por causa de vocês, TV Globo”, disparou o presidente, que ameaçou não renovar as concessões de rádio e televisão do Grupo Globo.

A emissora respondeu em um comunicado que “não fez patifaria nem canalhice” e afirmou lamentar que o presidente revele não conhecer a missão do jornalismo de qualidade e use termos injustos para insultar aqueles que não fazem outra coisa senão informar com precisão o público brasileiro”.

Blog do Rosálio Daniel – ISTO É

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *